sábado, 30 de agosto de 2014

A falsa magra, o cachorro e a macaca

"Nossa não pude deixar de reparar...
O que?
O tanto que seu vestido encurta quando dança...
Hã?
Sim, agarrada na grade descendo e o vestidinho subindo...
....


Oi, vc por aqui.....nossa deixa te falar, essa gola invertida do seu vestido....eh demais!
Deixa eu só dar uma ajustada aqui....
"Nossa que trapézio, que ombros, meu deus que vontade de descer este zíper..."- pensou.
Ai, que mão pesada, com essa bunda então, meu Deus....que é isso.....
.... (tempo, saindo do banheiro)
Tá linda....
Aqui, com todo respeito, tenho 40 anos, sou livre e estou te cortejando sim, mas de boa...
"Gente, peraí.....tem um HOMEM me elogiando....."- disse ela puxando ainda mais o vestido e reforçando aquela cruzada de pernas charmosas....
Hum, ..... ainda bem que...
O que?
Ainda bem que percebi estas duas pintinhas na bochecha e do lado do olho, além do seu cabelo fino.....
Peraí, deixa ver seu sapato.....
Ela levanta a sola......
"Puta que pariu, vou ao banheiro...."
Risos....
Aqui, deixa te falar, nunca torceria para nada dar errado para você e seu marido,....mas se por acaso a fila andar, filha, dá o touque na nossa amiga quando for na Obra.....
Risos
Ai que máximo......
...... nem sei mais....
Você é um homem bom.....
"Bom, pelo menos ela não falou nada de pior..."-pensou ele quando lembrou que ela falou da sua bunda ao ir ao banheiro.
E cada vez mais curto aquele vestido.....
....BOM, o resto não vale à pena....
Foi ele embora......pensou nela.....ao chegar, cruzar as pernas, se agarrar na grade, dançar como num pole, mexer no cabelo, e deixar-se cortejar por aquele cara meio grosso, vulgar, mas com cara de muito bom de cama.......
E pela segunda vez João de Santo Cristo foi expulso do bar, sentiu saudade daquela cheiradinha, e beijinho no pescoço que deixava rolar para não ser rude com seu amigo....... o mesmo que lhe bate a porta na cara.
Mesmo assim, adoro tropeiro. E adorei o encontro.
E ele pensou nela o máximo que pode. Viu ao máximo cada fio de cabelo, cada pinta, a sola do sapato, se ajoelhou e mostrou pra ela seu blog, falou da sua coleção de fotos de sapato, e foi assim.......elogiou ela a noite inteira.
Ela foi embora, chegou em casa, já deixou cair aquele vestido lindo, super sensual, o máximo, e foi para o banheiro. Antes da água já molhava, e ela se viu no espelho, sentiu a pele quente, o suor escorrer pela testa, e falou "nossa!, Como fui cortejada......se olhou, deu volta, parou com a mão na cintura, sentiu ele segurando seu zíper, bom....... sou mesmo falsa magra...



Foi tudo o máximo..."

(D.Seabra)


Nenhum comentário:

Postar um comentário